Saúde & BelezaOdontologia

Displasia cleidocraniana: Conheça a doença do personagem Dustin, de Stranger Things

Mal genético impede o crescimento de dentes permanentes

Quem é fã da série Stranger Things acompanha a trajetória do personagem Dustin, que esbanja todo o seu carisma e se tornou um dos personagens mais queridos dos telespectadores. Mas afinal por que o ator mesmo com 16 anos não tem os dentes?

Segundo o dentista Denis Panhota, da JP Odonto, o ator sofre de displasia cleidobraniana; uma doença genética rara, sem cura e que atinge uma pequena parcela da população mundial. “Em média há 1 caso em cada 1 milhão de pessoas. A doença afeta o crescimento dos ossos da criança e faz com que ela até desenvolva os dentes de leite, mas os mesmos não crescem”, explica o especialista.

A displasia cleidocraniana promove um atraso no desenvolvimento ósseo do crânio e dos ombros e é mais comum em indivíduos que o pai, a mãe ou ambos possuem a doença. Mas há casos de mutação genética em que filhos desenvolvem a displasia mesmo não sendo o caso dos pais.

“A demora do crescimento dos dentes permanentes geralmente acontece devido a deformações nas raízes e coroa dentária. É muito comum a doença afetar a mastigação, a fala e até a respiração”, esclarece Panhota.

Outra característica de quem sofre com este mal é a formação de vários dentes dentro dos ossos maxilares, onde os mesmos acabam não tendo espaço para crescer.

“Como a displasia cleidocraniana não interfere no desenvolvimento das crianças, geralmente indicamos o tratamento a partir dos 12 anos de idade, onde cirurgias de reposicionamento dos ossos, extração de dentes que não cresceram e a colocação de próteses acabam sendo a melhor alternativa”, finaliza.

Assine nossa Revista

Garanta sua assinatura e receba a revista em casa!