FashionModa

Mercado da moda deve crescer até 3,9% por ano até 2025

Segundo a Kantar, especialista em análise e previsão de negócios, o mercado da moda só tem a crescer nos próximos cinco anos. A empresa publicou suas previsões e tendências para o setor varejista, onde o vestuário deve registrar mundialmente um aumento anual de 3,9% até 2025, totalizando 64 bilhões de dólares.

A previsão veio com base em uma análise dos resultados de 1500 dos principais distribuidores mundiais em todos os setores. No vestuário, aproximadamente metade do crescimento previsto será gerado por cinco grandes players: a japonesa Fast Retailing, proprietária da Uniqlo, a espanhola Inditex, a sueca H&M, e as americanas TJX e Old Navy.

Neste ano, o mercado mundial de varejo de moda está avaliado em 300 bilhões de dólares em 2020, e pode chegar a 360 bilhões de dólares em 2025.

Quando se considera o comércio internacional de varejo (incluindo hipermercados, marcas, lojas de desconto, etc), o crescimento será de 4,8% ao ano, totalizando 6.7 milhões de dólares em vendas em 2020, impulsionado pelo comércio eletrônico – que este ano aumentará 15,7%, atingindo 861 bilhões de dólares.

Vale destacar ainda que o canal eletrônico é quem impulsionará esse crescimento no futuro. As vendas eletrônicas, que hoje representam 12,1% das vendas no varejo em todo o mundo, devem crescer quatro vezes mais rápido que as transações físicas nos próximos cinco anos. Este valor chegará a 1.600 bilhões em 2025, de acordo com as projeções da Kantar.

Por região, o varejo irá crescer mais depressa na Ásia-Pacífico (+8,6%) do que na América do Norte (+3,9%) ou na Europa (+3,8%).  “O potencial de crescimento não se limita à China. Mercados como Índia e Indonésia também oferecem novas oportunidades, graças à expansão de gigantes como Alibaba e outros novos players inovadores, como Flipkart ou Grab, um dos varejistas especializados em entrega rápida”, comentou a Kantar.

Para distribuidores e marcas, o comércio que transcende fronteiras afetado pelas práticas dos comerciantes eletrônicos, também aparece em pauta. “Embora Alibaba e Amazon simplifiquem nossas vidas, o comércio transfronteiriço irá alterar a política de preços, a gestão de estoque, e criará áreas cinzentas nas estruturas legislativas”, alerta a Kantar.

Ainda de acordo com a segundo a especialista em análise de mercado, entre as outras macrotendências a serem observadas estão a visibilidade, acessibilidade, margens e relevância.

Fonte: Guia JeansWear | Fotos: Reprodução

Assine nossa Revista

Garanta sua assinatura e receba a revista em casa!