NegóciosVeículos

MINI, o queridinho do cinema completa 60 anos

Em Santa Catarina a comemoração foi ao bom estilo inglês, com direito ao "chá das cinco" e exposição do modelo exclusivo criado pela montadora em edição limitada de aniversário

Ícone da cultura pop britânica, o MINI mantém toda a sua elegância ao completar 60 anos em agosto e entra na terceira idade com curvas ainda mais exuberantes e uma paleta de cores de dar inveja até a Pantone. Com comemorações ao redor do mundo, em Santa Catarina a festa foi na concessionária MINI de Florianópolis, no dia 16 de agosto, com direito ao tradicional chá das cinco e um charmoso coquetel com drinques e comidas inspiradas na culinária inglesa.

E para eternizar a data, a montadora preparou uma edição limitada do carro que será apresentada durante o evento aos catarinenses e a coleção lifesfyle MINI 60 anos, com bolsa, guarda-chuva, camiseta, caneca e boné. A série especial comemorativa se diferencia principalmente pela adoção de equipamentos únicos na cabine e detalhes personalizados no visual. Com um toque a mais de exclusividade, apenas 25 unidades do veículo serão comercializadas no Brasil e uma delasfoi exposta na loja durante o encontro, ao lado do modelo clássico da marca que já foi "galã" de cinema.

Lançado no final da década de 50, o modelo de design peculiar logo se tonou queridinho de celebridades. E não demorou muito para ele conquistar também as produções cinematográficas. Mundialmente conhecido pela sua participação nos filmes do Mr. Bean, sua verdadeira estreia foi no longa “Um Golpe à Italiana”, estrelado pelo ator Michael Caine, em 1969. No seu currículo ele ainda ostenta participações em Identidade Bourne (2002), Austin Powers, em The Goldmember (2002), Uma Saída de Mestre (2003), A Teoria de Tudo (2014) e Pixels (2015), além de aparições especiais.

Outra curiosidade desse senhorzinho simpático é que ele já foi eleito pela prestigiada Global Automotive Election Foundation o segundo carro mais influente do século XX, ficando atrás apenas do Ford T. E também foi o modelo escolhido por artistas como Britney Spears, Renee Zellwegger, Kristen Stewart e pelos Beatles em 1966, quando o empresário da banda deu um Mini Cooper S a cada um dos integrantes. Na época, George Harrison aproveitou as filmagens de “The Magical Mystery Tour” para mostrar aos fãs a personalização que havia feito na carroceria do carro, que ganhou um tom vermelho brilhante e desenhos alusivos à mitologia indiana.

De acordo com o gerente de vendas da MINI Top Car Florianópolis, César Marrero, o jeitão irreverente do carro conquistou a preferência de muitos fãs da montadora, conhecida por aliar conforto, design e segurança ao que há de mais moderno em tecnologia automobilística. "Seja um modelo novo ou na linha clássica, o MINI é um carro de personalidade com design inconfundível e ótima performance na cidade. Na rua, as pessoas simplesmente param para apreciá-lo", comenta.

Assine nossa Revista

Garanta sua assinatura e receba a revista em casa!