NegóciosEconomia & Negócios

Presidente da FIESC fala sobre avanços na economia catarinense

Mário Cezar de Aguiar, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) esteve em Rio do Sul, na noite de quarta-feira, 19 de dezembro, em evento promovido pela FIESC Alto Vale do Itajaí e Sindicatos Patronais.

Com a palestra “Santa Catarina, estado de oportunidades” ele apresentou dados sobre a economia catarinense. “Santa Catarina é uma ilha dentro do país, com desenvolvimento muito importante no setor industrial. Das 100 cidades com melhor IDH no Brasil, 27 são catarinenses. A ONU também apontou Santa Catarina como um dos melhores estados para se viver e fazer negócios. Temos a melhor expectativa de vida da população, a menor taxa de desemprego e o menor índice de desigualdade social. Somos o estado que mais gerou emprego na indústria em 2019”, afirmou o presidente. Aguiar também salientou os esforços da FIESC na defesa dos interesses das indústrias, ressaltando a aprovação, na quarta-feira (18), do Projeto de Lei 458/2019, que diminui a alíquota de ICMS da indústria de 17% para 12% nas transações dentro de Santa Catarina. “Isso era uma distorção e tirava a competitividade da nossa indústria. Apesar de toda pressão que houve, conseguimos que a redução fosse aprovada. Agradeço a todos que ajudaram ligando para os deputados e pedindo esta mudança”, concluiu.

O prefeito municipal de Rio do Sul, José Eduardo Rothbarth Thomé, prestigiou o encontro. “Temos ciência de que Santa Catarina é um estado muito competitivo, com um povo trabalhador, uma economia diversificada e que por isso tem sobrevivido às adversidades para manter o desenvolvimento. O mesmo acontece no Alto Vale, com a população, as indústrias e o comércio, que não se entregam nos momentos difíceis. Neste ano já estamos com saldo positivo na geração de empregos”, disse Thomé. Ele aproveitou para informar que serão feitos investimentos em cerca de R$ 1 milhão no aeroporto de Lontras, permitindo pousos e decolagens durante 24 horas por dia.

Em seguida, o vice-presidente da FIESC para o Alto Vale do Itajaí, André Armin Odebrecht, apresentou as principais atividades, conquistas e parcerias firmadas pela FIESC Alto Vale em 2019, envolvendo SESI, SENAI e Sindicatos Patronais. “O Alto Vale representa bem as características catarinenses de empreendedorismo e luta nas condições adversas. No entanto, temos um grande problema, a BR 470. Sem a adequação dela não teremos condições de dar saltos expressivos no desenvolvimento econômico. O estado surpreende positivamente, apesar de a infraestrutura ser uma das mais precárias do Brasil. Os índices econômicos apresentados seriam multiplicados expressivamente se houvesse mais atenção dos governos em relação à infraestrutura”, alertou AndréComo solução ele propôs a união entre as diferentes entidades. “As ações da FIESC no dia-a-dia são muito abrangentes do ponto de vista institucional. Precisamos fomentar um associativismo cada vez maior para estarmos juntos nas demandas, com uma voz mais forte manifestando nossas necessidades”, completou.

Estiveram presentes no evento representantes da Prefeitura Municipal de Rio do Sul, Câmara de Vereadores, de indústrias, entidades de classe, universidades, colaboradores da FIESC Alto Vale do Itajaí e suas casas (SESI/SENAI). 

Assine nossa Revista

Garanta sua assinatura e receba a revista em casa!