Life & HomeGastronomia

Melanzane: comida Italiana, ambiente familiar e aconchegante são a chave do sucesso

Uma atmosfera diferenciada. Algo inexplicável!

É assim que você se sente ao entrar no Melanzane, o novo restaurante de comida italiana de Rio do Sul. Inaugurado em abril, o espaço localizado em uma casa com quase 100 anos de história, está colecionando memórias.

Com atendimento de segunda a sábado, os pratos servidos no restaurante têm o gostinho da comida caseira, com um toque moderno. Todas as massas são feitas ali, assim como os molhos e demais pratos do cardápio. “Nos formamos em Gastronomia no ano passado e sempre pensamos em empreender. Não sabíamos ainda o que seria, mas nosso desejo era trazer uma experiência gastronômica para o Alto Vale e tornar os momentos inesquecíveis”, explica Emanuelle Ruediger Baron, que é sócia do restaurante com o namorado Luiz Henrique Moreira.

A empresária afirma que desde criança tem afinidade com a culinária, e buscou aperfeiçoar-se na linha vegetariana. Já Luiz, que possui formação de Técnico em Nutrição, estagiou no Buffet Fasano, em São Paulo, e se encantou com as massas. “Com isso, sempre que vínhamos para Rio do Sul, não encontrávamos um lugar que nos identificávamos. Foi quando surgiu a ideia de abrir um restaurante nesta área”, explica.

O começo

Emanuelle confidencia que no começo achou a ideia um pouco distante da realidade. “Geralmente quem abre um restaurante italiano, é italiano”, brinca. Como Luiz é natural de Minas Gerais e Emanuelle tem descendência alemã, buscaram se especializar na Itália.

Durante um mês de imersão, experimentando, especializando-se, o casal retornou à Rio do Sul com muitas ideias. “Foi um mês intenso, com muitos cursos, degustações. Aprendemos a produzir massas da forma tradicional e também algo mais moderno, com trigo integral, grãos ancestrais. Chegou a hora de colocar em prática”, afirma.

A casa foi oferecida pela construtora Werk, que recentemente havia adquirido o imóvel. “Durante alguns meses reformamos a casa e começamos a dar vida ao projeto”. Emanuelle, que é o lado criativo do restaurante, comenta que elaborou o cardápio com muito carinho, pensando no cliente que gosta do tradicional e nos que querem se aventurar em novos sabores. “Eu elaboro e o Luiz reproduz. Mas, tudo que é apresentado aos clientes, é uma junção”, explica.

Sabores únicos

Com um cardápio diferenciado, o casal inaugurou o restaurante e já caiu no gosto dos clientes do Alto Vale. Com fila de espera, a casa que inicialmente tinha 40 lugares, hoje já dobrou a capacidade. “Ampliamos, abrindo o segundo piso. Com isso nossa capacidade passou para 80 lugares. Esse era um pedido dos clientes, que chegavam e muitas vezes tinham que esperar vagar uma mesa”, explica.

O sucesso é notório. Com diversas opções de entradas, saladas e massas, o cliente pode montar seu prato, o que faz com que cada prato seja único. Outro diferencial é a carta de vinhos. “Gosto muito dessa área e quero que os clientes abracem essa ideia. Uma janta sem vinho é como um dia sem sol. Temos muitas frases como esta espalhadas pela casa, que mostram o quanto a cultura do vinho é forte na nossa região”, comenta Emanuelle.

Muitos clientes já estão se aventurando e experimentando novos vinhos. Além disso, o cardápio também possui ingredientes não muito conhecidos por aqui. O alho negro é um deles. “Este alho passa por um processo diferente de maturação, ele fica negro e perde a acidez. Tornando-se adocicado, lembrando sabores como o do aceto balsâmico, melaço, ameixa preta e tâmara. O camarão também chama atenção, por ser muito saboroso e grande. “São experiências gastronômicas diferentes. É isso que queremos passar aos clientes”.

Assim como a gastronomia, o ambiente também colabora para isto. O painel de rolhas chama atenção de quem chega, assim como o teto com revestimento que lembram rolhas. “Queremos que a pessoa venha aqui com a família, amigos e se sinta bem. Que seja inexplicável. Uma atmosfera que a pessoa goste e não saiba explicar”.

O nome

Melanzane, que no italiano significa berinjelas, foi o nome escolhido para o restaurante. A explicação? É simples: “Nós amamos berinjela e achamos um ingrediente muito versátil”, afirma a empresária.

“É um nome de fácil leitura, não é um italiano complicado. Tanto que nosso cardápio não tem muitos nomes em italiano, para ser de fácil entendimento, pois ninguém é obrigado a saber”, ressalta.

História da casa

“Sabe quando a casa encontra a gente? Foi mais ou menos assim”, comenta Emanuelle, ao falar da atmosfera que a casa onde está o restaurante, transmite. O espaço do Melanzane é uma casa de 1929, construída pelo senhor Max Mayr, quando chegou da Alemanha. Ele veio para o Brasil com 18 anos e, antes de chegar onde seria Rio do Sul, fez abrigo para os imigrantes que chegavam da Alemanha em Blumenau e lecionou na Escola Alemã em Itajaí. “Quando Walkiria Duwe Mülbert, neta do senhor Max nos disse que ficou feliz que a casa seria um restaurante italiano ficamos com o coração enorme. Agora essa casa cheia de memória será um lugar de muita felicidade, comida e boas lembranças”, afirmam. 

Atendimento: segunda a sábado 18h30 as 23h30.

Endereço: Rua XV de Novembro, 644, Centro, Rio do Sul

Facebook: Melanzane – Cozinha Italiana

Instagram: @restaurante.melanzane

WhatsApp: (47) 98474-0632

Assine nossa Revista

Garanta sua assinatura e receba a revista em casa!